Em um dos monastérios mais antigos do mundo, pinturas únicas esperam pela sua contribuição.

Deixe um comentário

agosto 11, 2013 por João Vicente

Caros leitores,

Não sei se vocês conhecem o conceito de crowdfunding ou financiamento coletivo. Ela é, segundo a descrição da Wikipedia, uma “obtenção de capital para iniciativas de interesse coletivo através da agregação de múltiplas fontes de financiamento, em geral pessoas físicas interessadas na iniciativa”.

Ele é bastante usado por artistas ou produtores culturais para financiar eventos “alternativos”, mas não só isso. Uma equipe de especialistas criou uma página com objetivo de buscar recursos através de financiamento coletivo para a restauração de afrescos do século 8  de uma igreja copta localizada em um Monastério egípcio.

Para contribuir é fácil. Paga-se com cartão e pode se contribuir com doações a partir de 1 dólar, mas quem contribuir com 10 dólares ou mais ganha uma foto tamanho A4 assinada por toda equipe de restauração e quem contribuir com 25 dólares ou mais ganha um DVD com toda documentação sobre o monastério e sobre as pinturas, além de material não publicado.

Para conhecer o projeto e contribuir clique aqui

Traduzo abaixo o texto de apresentação.

Em um dos monastérios mais antigos do mundo, pinturas únicas esperam pela sua contribuição.

Na Igreja de Deir al-Surian, um monastério cóptico no deserto egípcio, um time da Universidade de Leiden (Holanda) está realizando trabalhos de pesquisa e conservação em afrescos, alguns deles estavam escondidos sob gesso por um longo período. Uma das pinturas que surgiu é um afresco maravilhoso, retratando a Adoração dos Magos e dos pastores, um tema conhecido como “Epifania”. Essa obra-prima do século 8 estava escondida por 800 anos e poderá ser admirada em breve, mas… nós queremos devolver esse afresco ao monastério e aos seus monges numa condição que mostre algo de sua antiga glória, e o retoque será um processo que custa tempo e dinheiro.

Epifania no Monastério de Deir al-Surian (Fonte: página oficial do projeto no facebook)

Epifania no Monastério de Deir al-Surian (Fonte: página oficial do projeto no facebook)

A Epifania foi consolidada, mas nosso orçamento não é suficiente para fazer os retoques que a tornará mais “legível”. Nosso objetivo é fazer os retoques em aquarela, um processo que vai necessitar três restauradores e dois meses para ser realizado. Nosso time internacional, liderado por Cristobal Calaforra, tem trabalhado na revelação e na restauração das pinturas nos últimos 10 anos. Eles elaboraram experiências em campo, tendo trabalhado em afresco desde a Polônia até o Sudão.

O orçamento necessário para isso é US$ 20.000, consistindo de US$ 17.000 para os salários e US$ 3.000 para os gastos de viagem, material e custos locais.

Quer saber mais? Vá para  https://www.facebook.com/DeirAlSurianConservationProject

Por João Vicente

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Junte-se a 97 outros seguidores

Arquivos

%d blogueiros gostam disto: